Planejamento estratégico: por que fazer?

August 29, 2019

 

Queria iniciar fazendo uma provocação:  Se a única certeza que temos é que tudo vai mudar, por que “perder tempo” planejando?

 

Na realidade, o planejamento estratégico ajuda justamente a tornar a empresa menos suscetível e vulnerável aos movimentos do mercado. Porque se a empresa estiver à deriva, a corrente pode levá-la para uma direção que não se deseja.

 

Então, planejar se refere ao ato de pensar em um futuro almejado e, além disso, elaborar um plano para que se chegue até esse cenário desejado. E, usar a estratégia implica em identificar detalhadamente os recursos disponíveis, reconhecer as possibilidades realistas, antecipar tendências, estudar a concorrência e muitas outras ações direcionadas aos objetivos do negócio.

 

“A estratégia torna as escolhas sobre o que não fazer tão importantes quanto as escolhas sobre que fazer”. Michael Porter

 

Outra grande importância do planejamento estratégico é que ele é uma forma de autoconhecimento, porque ele engloba a análise de forças e fraquezas, o que facilita medidas para criar uma estrutura mais eficiente, corrigindo os defeitos, potencializando os pontos positivos e transformando-os em diferenciais competitivos.

 

Para isso é necessário que seja feito a análise SWOT. O nome é uma sigla para as palavras Forças, Oportunidades, Fraquezas e Ameaças, em inglês. Em português, portanto, a sigla fica “análise FOFA”, mas é mais comum que se refiram a ela como análise SWOT.

 

É uma maneira de avaliar os fatores dos ambientes interno e externo que impactam positiva ou negativamente na empresa, de se conhecer as tendências em que o mercado da empresa está inserido e o quando poderá sofrer com estes impactos de mudança.

 

É trabalhoso, mas os resultados desse levantamento geralmente são bastante positivos, porque possibilita a geração de insights e o maior engajamento entre os envolvidos, tendo assim uma linha de pensamento congruente.

 

Com esse conhecimento da empresa a próxima etapa é a definição da missão, a visão e os valores que precisam refletir o que a empresa é para quem olha de fora.

 

Quando definimos a missão, além de reforçar o propósito, alinhamos pensamentos e a comunicação já que tudo isso é a essência da empresa. A visão é o sonho, ou seja, o grande objetivo que a empresa quer alcançar. Já os valores são os comportamentos praticados ou desejados para que a missão seja cumprida e a visão realizada.

 

Mas o pré-requisito é que estejam de acordo com o que a própria empresa pense e, ainda mais importante, que pratique.

 

Faz muito tempo que se sabe que Missão, Visão e Valores não é importante para a ISO, mas sim para USO!

 

Tratei aqui de apenas duas etapas do Planejamento Estratégico, em meu próximo texto converso mais com vocês sobre a execução e o acompanhamento do plano.

 

Até lá!

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Ser Solidário – O lado bom da dificuldade, se houver…

December 19, 2018

1/6
Please reload

Posts Recentes

October 15, 2019