Empreenda a sua vida

October 17, 2018

   

  

   Empreender, segundo alguns dicionários, significa realizar, tentar, desenvolver, dentre outros conceitos. Como muitas pessoas, eu entendia que empreender estava relacionado somente a abrir empresas, criar o próprio negócio e administrá-lo, e de verdade, eu nunca conseguia me vê como empreendedora, acreditava que não tinha perfil nenhum. Há aproximadamente 3 anos atrás eu estava começando uma nova jornada, sem entender direito eu estava empreendendo na minha vida, estava tentando entrar em uma nova área, depois de uma jornada no distrito eu estava começando a estagiar na Singulari.

    Depois de entrar no universo de empreendedorismo, estudar, fazer minha pesquisa de campo do TCC sobre esse assunto, além de conhecer empreendedores incríveis, eu passei a conhecer um pouco melhor sobre esse verbo “empreender”. E hoje queria compartilhar algumas lições que venho aprendendo nesses últimos anos.

    Aprendi que o propósito pelo qual se faz algo, seja qualquer movimentação que faça, em qualquer âmbito da sua vida, negócio ou projeto, é muito mais importante do que o resultado. Conheci pessoas que queriam mudar vidas, gerar valor e impacto, transformar uma região, uma cidade, uma empresa e até sua própria vida. Via que a alegria e a motivação delas, vinham do propósito pelo qual elas faziam, embora tivessem retorno financeiro, elas tinham um retorno de valor muito maior.

    Autorresponsabilidade é outra lição que aprendi. Ok, se não temos os melhores governantes, se nossa cidade não é perfeita, se temos diversos problemas sociais, econômicos, dentre outros. O que realmente importa é que você pode empreender, você é um ser capaz de promover mudanças na sua vida e na de outras pessoas, você pode colaborar para a mudança do seu bairro, da sua cidade, do seu lar, você tem autonomia sobre suas decisões e escolhas. No final a responsabilidade é sua também pelo todo.

    Ser ousado, correr riscos, isso faz parte do vocabulário do empreendedor também. Ah! Como é difícil, em uma sociedade onde todos querem te colocar em uma caixa e existe padrão para tudo, ousar é uma atitude difícil. Muitas vezes somos ensinados a termos uma profissão, passarmos em um concurso, e buscarmos sempre a tão desejada “estabilidade financeira”. Ousar é fazer diferente, é sair da zona de conforto e se arriscar. Sabe o que pode acontecer de pior? Não dá certo. E se não der, é aprendizado, pelo menos você tentou.

    Como eu sempre tive medo de tentar, sempre busquei segurança nas minhas decisões e escolhas. Mas aprendi que ousar te abre muitas portas, portas que permitem você conhecer seu potencial, sua força, permitem você errar e saber lhe dar com as frustrações, além de possibilitar você voar para outros ares. E essa lição, bem como a experiência de conviver com empreendedores incríveis, me permitiram pensar em voar para alguns sonhos que estavam escondidos há algum tempo, uma das decisões mais difíceis da vida, mas necessária por diversos motivos.

    Então, nesse mês de Outubro, na busca por outros desafios, me despeço da Singulari Consultoria, com o coração cheio de gratidão, por cada aprendizado, pela oportunidade, experiência e cada momento vivido. Obrigada por acreditarem em mim, pela parceria e amizade de cada uma de vocês. Vocês geraram valor singular na minha vida!

    Fica aqui minha gratidão a todos que acompanharam essa jornada aqui na Singulari, a todos que me inspiraram a empreender a minha vida, aos que amam os projetos da @artedagrace, sei que irão continuar acompanhando, e esse é um dos sonhos que estou indo viver de maneira mais intensa.

Minha gratidão em especial aos empreendedores (Suelen, Sonia, Luciana, Rebeca, Marcus, Juliana, Zé, Yasmin, Amadeu, Camilla, Mateus), e todos os hubbers. Obrigada ♥

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Ser Solidário – O lado bom da dificuldade, se houver…

December 19, 2018

1/6
Please reload

Posts Recentes

October 15, 2019

September 17, 2019